InícioParques NaturaisPN Peneda GerêsIndo eu, indo eu a caminho do… GERÊS! (1º Dia)

Indo eu, indo eu a caminho do… GERÊS! (1º Dia)

Parques NaturaisPN Peneda GerêsIndo eu, indo eu a caminho do… GERÊS! (1º Dia)

|

|

|

Rota: Trancoso – Vila Real – Vila Pouca de Aguiar – Ribeira de Pena – Boticas (ver mapa no final)

Boticas “by night”

O primeiro dia foi quase exclusivamente para a viagem de ida até Boticas (Parque de Campismo de Boticas), com umas pequenas paragens por Vila Real para fazer as últimas compras antes de uma da clausura do Gerês.

Uma rápida passagem por Vila Pouca e por Ribeira de Pena e eis que surge Boticas.

A opção por Boticas para primeira noite, deveu-se única e exclusivamente ao do baixo preço do Parque de campismo (época alta: €1,50 pax e 2€ por tenda).

Mas nem sempre o preço é sinónimo de qualidade como tive oportunidade de verificar ao longo dos 5 parque que foram percorridos na viagem. O Parque de Campismo de Boticas é uma infra-estrutura recente, dotada de casas de banho equipadas com chuveiros (agua quente), bar, bungalows, acesso livre às piscinas municipais (sem dúvida uma mais-valia, principalmente no Verão), ao court de ténis e mini-golf.

Depois da montagem da tenda, é chegada a hora de uma visita à vila para se desfrutar dos seus encantos.

Boticas é uma vila que sofre com a interioridade, nas encostas sudeste do Parque Natural do Gerês, goza de vistas fantásticas e um recanto indescritível. Apesar da interioridade da vila possui um mobiliário urbano e espaços de lazer excelentes. Sem dúvida um bom exemplo.

Um jantar no lusco-fusco, assistindo à partida do sol e um saudar à lua, foi quase o culminar do dia, porque ainda houve tempo para umas cantorias bem animadas à moda do “norte”.

os meus trilhos
os meus trilhoshttps://osmeustrilhos.pt
Somos uma família apaixonada… apaixonada pelo mundo e pelas viagens, sejam elas curtas ou longas. Mas a maior das viagem começou há pouco, quando à equipa se juntou o pequeno Simão. Durante uma parte do ano vestimos as capas de dois burocratas do funcionalismo público, na outra, metemos a mochila às costas, pegamos no Simão, e vamos por aí… ver com outros olhos, conhecer o mundo, conhecendo-nos cada vez mais a nós próprios. Adoramos grandes aventuras por lugares longínquos, mas também gostamos de pegar no carro e andar por aí, sem destino. E porque a viagem não acaba nunca, como dizia Saramago, depois da viagem passamos tudo para aqui: textos, fotos, vivência, enfim… a nossa viagem! Um pouco de tudo num blog que é da Guarda para o mundo! Tudo sobre nós >>>

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

os meus trilhos
Somos uma família apaixonada… apaixonada pelo mundo e pelas viagens, sejam elas curtas ou longas. Mas a maior das viagem começou há pouco, quando à equipa se juntou o pequeno Simão. Durante uma parte do ano vestimos as capas de dois burocratas do funcionalismo público, na outra, metemos a mochila às costas, pegamos no Simão, e vamos por aí… ver com outros olhos, conhecer o mundo, conhecendo-nos cada vez mais a nós próprios. Adoramos grandes aventuras por lugares longínquos, mas também gostamos de pegar no carro e andar por aí, sem destino. E porque a viagem não acaba nunca, como dizia Saramago, depois da viagem passamos tudo para aqui: textos, fotos, vivência, enfim… a nossa viagem! Um pouco de tudo num blog que é da Guarda para o mundo! Tudo sobre nós >>>

Must Read