InícioAmérica do SulLago Argentino e Lago Viedma, no coração da Patagónia

Lago Argentino e Lago Viedma, no coração da Patagónia

América do SulLago Argentino e Lago Viedma, no coração da Patagónia

|

|

|

Quando chegámos ao aeroporto de El Calafate, vindos de Buenos Aires, ainda não sabíamos muito bem como fazer. O sol refletia-se nas águas azuis do Lago Argentino e nós sem um plano… Por fim, optámos por fazer, de uma só vez, os 200 km até El Chaltén. Pagámos cerca de 560 pesos argentinos, mais ou menos 40€ por duas pessoas…

Éramos uma espécie de passageiros em trânsito, nas estradas do fim do mundo, na Patagónia.

Entre o aeroporto de El Calafate e El Chaltén, passámos pelo maravilhoso Lago Argentino.

As cores azuis saturadas do Lago Argentino #3
As cores azuis saturadas do Lago Argentino #3

O lago Argentino é o maior e o mais austral dos grandes lagos patagónicos da Argentina. Fica situado na Província de Santa Cruz, muito perto de El Calafate, a cidade base para explorarmos o Parque Nacional Los Glaciares e toda a região. Nos seus braços ocidentais desaguam vários glaciares, entre os que se destacam o Glaciar Perito Moreno e o Glaciar Upsala. O lago foi descoberto e explorado pela primeira vez por Francisco Pascasio Moreno (1852-1919), em 1875.

Alimentado pelo Glaciar Viedma, já muito perto de El Chaltén, aparece o Lago Viedma. Com aproximadamente 80 km, o lago Viedma deve o seu nome ao explorador europeu Antonio de Viedma. Além dos passeios no lago, daqui podemos explorar o gigantesco glaciar  que o alimenta.

 

Galeria de Fotos do Lago Argentino e Lago Viedma

(basta clicar nas fotos e deliciar-se com as paisagens do fim do mundo)

os meus trilhos
os meus trilhoshttps://osmeustrilhos.pt
Somos uma família apaixonada… apaixonada pelo mundo e pelas viagens, sejam elas curtas ou longas. Mas a maior das viagem começou há pouco, quando à equipa se juntou o pequeno Simão. Durante uma parte do ano vestimos as capas de dois burocratas do funcionalismo público, na outra, metemos a mochila às costas, pegamos no Simão, e vamos por aí… ver com outros olhos, conhecer o mundo, conhecendo-nos cada vez mais a nós próprios. Adoramos grandes aventuras por lugares longínquos, mas também gostamos de pegar no carro e andar por aí, sem destino. E porque a viagem não acaba nunca, como dizia Saramago, depois da viagem passamos tudo para aqui: textos, fotos, vivência, enfim… a nossa viagem! Um pouco de tudo num blog que é da Guarda para o mundo! Tudo sobre nós >>>

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

os meus trilhos
Somos uma família apaixonada… apaixonada pelo mundo e pelas viagens, sejam elas curtas ou longas. Mas a maior das viagem começou há pouco, quando à equipa se juntou o pequeno Simão. Durante uma parte do ano vestimos as capas de dois burocratas do funcionalismo público, na outra, metemos a mochila às costas, pegamos no Simão, e vamos por aí… ver com outros olhos, conhecer o mundo, conhecendo-nos cada vez mais a nós próprios. Adoramos grandes aventuras por lugares longínquos, mas também gostamos de pegar no carro e andar por aí, sem destino. E porque a viagem não acaba nunca, como dizia Saramago, depois da viagem passamos tudo para aqui: textos, fotos, vivência, enfim… a nossa viagem! Um pouco de tudo num blog que é da Guarda para o mundo! Tudo sobre nós >>>

Must Read